Governança de TI: a união de ferramentas e conceitos

Com o advento da tecnologia e o surgimento de novas demandas, o mercado global abre uma gama ínfima de possibilidades de atuação, possibilidades que fazem a divisão de TI ser uma das áreas mais importantes e estratégicas das empresas na atualidade. Com isto, o gestor de TI necessita ter conhecimento de diversas áreas e fundamentalmente interagir com elas.

A TI passou a ser extremamente importante para o sucesso de qualquer empresa, pois ela proporciona o alinhamento estratégico dos negócios, trabalhando para garantir o ROI (Return on Investment – Retorno do Investimento) em conjunto com a estratégia de sourcing, que é nada mais do que a logística do negócio, agenciamento de compras, suprimento, obtenção, contratação e fornecedores.

Assim, se tornando cada vez mais fundamental e responsável, o gestor de TI sofre influências e pressões de diversos lados, como estratégia corporativa, novas demandas de projetos, ordens de serviço, negócios, produtos, mercado e concorrentes.

Muitos gestores se deparam com diversos problemas na gestão de projetos em seu quotidiano. Pequenos detalhes que podem causar inúmeros transtornos internos, e em determinadas situações até repercutir ao cliente final. Por este motivo, é imprescindível ter controle sobre todas as atividades executadas e garantir a qualidade do resultado final.

Uma boa governança de TI deve conduzir a redução de “surpresas,” melhora na confiança e credibilidade, execução alinhada com a estratégia – faz a TI gastar menos esforços com seus próprios problemas e, conseqüentemente, ser mais responsável ao negócio.

A intenção deste tópico é trazer um pouco de experiência integrada a ferramentas de baixo custo e que auxiliam a garantir a qualidade final do produto e/ou serviço ligado a área de TI.

Ferramentas que auxiliam e não burocratizam o processo.

A única forma de controlar as atividades é utilizando ferramentas que proporcionem o controle, este é o papel das metodologias e softwares de gerenciamento de projetos.

Metodologia: é um conjunto estruturado de práticas que pode ser repetido durante o processo de produção de software. Existem muitas metodologias, cada uma com um enfoque e um modelo de aplicação diferente, os Métodos Ágeis são os mais abrangentes e flexíveis atualmente. Muitas vezes o mix de mais de um modelo é a melhor opção, o uso de SCRUM, RUP e XP é uma excelente combinação.

Esta combinação proporciona um processo pré-definido que pode controlar através de documentos de apoio os marcos do projeto (cronograma), atividades e atribuições de cada perfil envolvido, estimativas de tempo, e uma série de outros controles.

Gestão de projetos: é a aplicação de conhecimentos, habilidades e técnicas na elaboração de atividades relacionadas para atingir um conjunto de objetivos pré-definidos. Alinhado a metodologia, a gestão de projetos é fundamental, pois é ela que garante as entregas e a qualidade do produto final. A gestão de projetos pode ser feita através de documentos auxiliares a metodologia, integrada com softwares de terceiros ou até mesmo por aplicativos desenvolvidos especificamente para a necessidade da corporação. Existem alguns softwares gratuitos que podem auxiliar muito, ambos com código-fonte aberto, e com uma arquitetura simples para implementações personalizadas. O dotProject (http://www.dotproject.net/) utilizado para controlar a execução de um projeto, ou seja, nascimento, desenvolvimento e finalização, após este período o projeto entra em fase de manutenção, onde se controla as falhas, tarefas, melhorias, novos recursos e o roadmap do produto, é aí que entra o BugNet (http://www.bugnetproject.com/) para que se tenha controle sobre qualquer nova implementação executada no software.

Colaboração: é feita através de softwares colaborativos que permitem a edição coletiva de documentos através dos participantes de uma rede. Esta é uma ferramenta muito eficaz e de extremo valor entre os utilizadores, porque são eles que a alimentam com a descrição do negócio que a empresa faz a fim de difundir a informação para todos, tornando-a de conhecimento comum e útil a todos integrantes. Existem inúmeros aplicativos que executam esta função, um dos aplicativos mais completos, com suporte a plug-ins e uma arquitetura bem definida é o ScrewTurn Wiki (http://www.screwturn.eu/).

Mas o sucesso do funcionamento destas ferramentas depende diretamente da equipe que as utiliza. É fundamental comprometer a equipe, fazendo-a entender o quão importante é cada indivíduo, e que uma boa contribuição é igual a plantar sementes e regá-las freqüentemente, para que se possa colher os frutos no futuro e este é o assunto do nosso próximo artigo, até lá!

Se você gostou desse post, deixe um comentário ou Assine nosso RSS para receber nossos futuros artigos em seu leitor de feeds.
0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Agência Digital Full Service, fundada em 1997. Ideias para Simplificar a sua Empresa.

Comentários no Facebook