Em que mundo VOCÊ vive?

“Ricardo, em que mundo você vive para escrever tanta fantasia? Você deve viver no mundo das grandes empresas, grandes verbas, grandes facilidades. No mundo das pequenas empresas e pequenas verbas, as suas idéias não são aplicavéis a realidade, é pura fantasia.”

Querida(o) Amiga(o),

O que me separa dos gurus dos livros, dos palestrantes dos shows e das teorias dos professores, é o fato de eu ser vendedor como você, gerente de pessoas como você, pagador de impostos como você; eu tenho metas, eu tenho problemas, eu tenho cobranças de todos os lados; falta tempo, falta dinheiro, falta pessoas.

Eu sou exatamente como você. Eu vivo exatamente no mesmo mundo em que você vive.

A diferença é que eu gosto de compartilhar o meu aprendizado com as pessoas, as coisas que eu acredito com você. Eu acredito em dar, não em agregar valor. Eu acredito em realidade, não em fantasia.

Os livros que eu leio são os livros que eu recomendo. Os artigos que eu indico são os artigos que eu estudo. Os web sites que eu admiro são os sites que eu visito. As idéias que eu publico são ideias que eu aplico, ou idéias que eu aprendi com amigos que aplicam.

Eu não escondo o que eu sei, todas as minhas fontes são públicas, publicadas todas as semanas.

Quando eu escrevo a você, eu escrevo pensando na minha filha de onze meses de idade, nos seus filhos e filhos dos seus filhos. Eu escrevo para que ela possa ler um dia, acreditar um dia, aplicar um dia.

Jamais eu diria a você para fazer algo que eu não tenha experimentado primeiro. Jamais eu diria a minha filha para fazer algo que eu mesmo não faria.

Alguns escritores gostam de dizer que o verdadeiro escritor é aquele que escreve sobre as coisas que vive. Se isso é verdade, eu posso afirmar a você que os textos que eu escrevo todas as semanas, e agora praticamente todos os dias no meu blog, são textos verdadeiramente auto-biográficos. O que eu vivo durante o meu dia eu transformo nos textos que você recebe.

Eu não escrevo sobre parábolas mágicas de três mil anos atrás. Tudo que eu falo é verdade, é realidade, é fato. As vezes eu omito muitas histórias e muitos exemplos, mas faço isso de propósito. Faço isso para que você aprenda sobre BOM SENSO e SENSO DE URGÊNCIA. Faço isso para que você perceba que é possível ACREDITAR de VERDADE nas coisas CERTAS sem precisar ouvir casos de sucesso para fazê-lo acreditar.

Eu vivo no mundo da realidade. Em que mundo VOCÊ vive?

Naquele dia que eu escrevi aquele texto chamado, “Quando o carro da GM der problema, prá quem você vai ligar – General ou Motors?”, eu queria que você acordasse do seu mundinho de fantasia, onde você sonha que o Presidente de uma empresa não precisa aparecer, não precisa ir até o chão da fábrica, não precisa dar maiores explicações, não precisa visitar clientes, não precisa comunicar o que sabe para os outros, e encare a REALIDADE de que o líder é exemplo em tudo e para tudo, e uma vez líder, não me interessa se você tem problema de estômago ou dormiu mal na noite passada, uma vez na empresa, você é o exemplo para todos.

Naquele dia que eu escrevi aquele texto chamado, “Até que eu consiga ser o Melhor do Mundo”, eu queria que você acordasse do seu mundinho de fantasia, onde você sonha que pode fazer tudo para todos, de qualquer jeito, sem foco, sem direção, sem plano, sem estratégia, sem colocar nada no papel, abraçar todos os projetos, fazer e desfazer, confundir a cabeça de todos, a sua mesma, se achar marketeiro sem ler sobre marketing e vendedor sem estudar vendas, e encare a REALIDADE que FOCO é tudo, mas também FOCO não é tudo, seja REALISTA, você não pode com tudo, fazer tudo faz você andar como siri, medroso, de lado, nunca em frente, sem fazer escolhas; encare a REALIDADE: FOCO até que você seja o Melhor do Mundo.

Naquele dia que eu escrevi aquele texto chamado, “Tem que ser um TESÃO”, eu queria que você acordasse do seu mundinho de fantasia, onde você sonha que tudo pode ser feito mais ou menos, com mais ou menos estudo, com mais ou menos vontade, com mais ou menos presença, com mais ou menos inovação, com mais ou menos integridade, e encare a REALIDADE que a BARRA SUBIU, e TUDO precisa ser feito com CALMA e SENSO DE URGÊNCIA, diálogo e reflexão, bom gosto e simplicidade.

Naquele dia que eu escrevi aquele texto chamado, “Eu não tenho intenção de baixar os olhos para ninguém”, eu queria que você acordasse do seu mundinho de fantasia, onde você sonha pequeno ou simplesmente sonha, onde você fantasia ser possível viver longe do olho do furacão ao viver a sombra de uma marca famosa, de um passado famoso, e encare a REALIDADE que VIVER no epicentro do furacão é viver próximo as melhores pessoas e as melhores oportunidades de crescimento.

É fantasia fazer as coisas assim?

Em que mundo VOCÊ vive?

Se você gostou desse post, deixe um comentário ou Assine nosso RSS para receber nossos futuros artigos em seu leitor de feeds.
0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Agência Digital Full Service, fundada em 1997. Ideias para Simplificar a sua Empresa.

Comentários no Facebook